Publicidade
Anuncie Institucional Fale Conosco
 
Piniweb
buscar  
  OK
   
sites Pini  
acesso premium
 login  esqueci a senha
 senha  OK
 
  Urbanismo < Home
 
tamanho do textodiminuir textoaumentar texto
7/Julho/2008

Marina da Glória pode ser modernizada


De olho nas Olimpíadas de 2014, Rio Tur e Secretaria Municipal de Urbanismo tentam aprovar plano de massa junto ao Iphan. A área é disputada há muitos anos por empreendedores.


Rafael Frank

Divulgação Marina da Glória
A RioTur (Empresa de Turismo do Município do Rio de Janeiro) e a Secretaria Municipal de Urbanismo (SMU) desenvolveram projeto para modernizar a Marina da Glória, localizada no Parque do Flamengo, com o intuito de transformar o local em uma área com condições de disputar as provas olímpicas de 2014.

O parque, tombado pelo patrimônio histórico, depende da aprovação do Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) para sofrer as intervenções. Segundo o subsecretário municipal de Turismo, Paulo Bastos, o projeto deverá ser aprovado até o final de 2008.

O projeto sugere uma área inferior ao proposto em 1987, que era de 19,5 mil m². Naquele ano, houve a tentativa de se desenvolver um centro cultural no parque, além de projeto educacional com aquário e centro de um programa de educação ambiental. Entretanto, o plano encontrou restrições, falta de investimentos municipais e de interesse do setor privado.

Nesse novo projeto, as construções deverão respeitar a linha de horizonte do Parque do Flamengo. A arquitetura prevê soluções de pavimentos semi-enterrados, expansões em subsolo e coberturas em terraço-jardim. Já o número de piers de atracação não será superior ao previsto originalmente.

O memorial apresentado ao Iphan também prevê a ampliação da área de guarda de embarcações em seco, a instalação de um guincho vertical (travel lift), a execução de um posto de abastecimento de combustíveis, já previsto no programa original, e a construção de um segundo molhe de proteção.  A Prefeitura também aponta a necessidade de organizar o fluxo de usuários e as diferentes embarcações (competição, lazer, turismo), além da intenção de executar um aquário, biblioteca, auditório e salão de exposições.

Embargo
A Marina da Glória foi inaugurada em 1979, com projeto original dos arquitetos Amaro Machado e do português Duarte Belo, especializado em infra-estrutura náutica.  Já o parque leva a assinatura do arquiteto Affonso Reidy e do paisagista Roberto Burle Marx.

A área sempre foi cobiçada por empreendedores e já foi alvo de outros projetos. Nos últimos anos, o Iphan embargou obras que visavam a modernização da Marina para os Jogos Pan-Americanos 2007 e a implantação de um centro turístico-comercial. Na época, o Iphan alegou que o Parque do Flamengo sofreria danos com as intervenções sugeridas pela concessionária local EBTE (Empresa Brasileira de Terraplenagem e Engenharia). Confiante, o subsecretário Paulo Bastos acredita na aprovação do novo plano. "Creio que não teremos problemas", diz. "Estamos discutindo o plano de massa com o Iphan para depois dar início ao projeto".

Bastos acredita na funcionalidade do novo projeto. A RioTur e a SMU alegam que no projeto do Parque do Flamengo de 1965 as estruturas fundamentais para o funcionamento da Marina da Glória não foram pensados - serviços de reparo e manutenção, guincho, espaço para guardar embarcações, sala de controle, sanitários, coleta de resíduos, suprimento de água e energia e sede administrativa. Havia apenas o projeto do posto de abastecimento, que não foi executado, além da ausência de estacionamento próximo à Marina. A instalação de molhes de proteção para proteger as embarcações das ressacas também é considerada primordial pelos órgãos municipais.

Se o plano for aprovado, a execução será realizada por meio de concessão. "O investimento pode gerar retorno econômico e não onerar os cofres públicos", alega Bastos, que ainda afirma que o atual contrato de concessão deverá ser revisto. "A Marina da Glória é um importante equipamento olímpico. Além disso, a cidade recebe outras provas como a Volvo Ocean Race," finaliza.


  Urbanismo < Home
 
Envie para um amigo Imprimir topo da página
 
 
Relacionados
 

matéria

aU - Arquitetura e Urbanismo :: Edifícios :: ed 0 - Novembro 2012
Concurso nacional escolherá melhor projeto para anexo da Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro

Equipe de Obra :: Carreira :: ed 0
Senai de Campos do Goytacazes, no Rio de Janeiro, oferece cursos gratuitos de pedreiro e carpinteiro

aU - Arquitetura e Urbanismo :: Agenda :: ed 0 - Novembro 2012
Rio de Janeiro recebe exposição com mais de 300 trabalhos clássicos e inéditos de Oscar Niemeyer

PINIweb :: 11/08/14
Prazo para liberação de alvará cai pela metade em Curitiba

 

publicidade